Home / Acontece / Notícias

A última palavra não é do câncer e sim de Deus, diz o cantor Israel Salazar

MIN.: LOUVOR
06 JUL ÀS 18:37

Ele travou uma dura batalha contra o câncer e hoje reconhece que só conseguiu sair vitorioso, porque reuniu forças que se firmaram na fé em Jesus e no apoio de sua família. Israel Salazar marcou presença na Expoevangélica 2019, não somente cantando, mas também compartilhando seu impactante testemunho de cura.

 
Segundo o cantor, o apoio e as orações da família são essenciais para quem está enfrentando uma enfermidade tão devastadora.

"É de suma importância. A família é a base, equilíbrio de uma pessoa. Psicologicamente falando, a pessoa é formada dentro da família. Aquilo que vai constituir o ser humano, os seus ensinos, a sua base, o seu caráter, a sua moral, em primeiro lugar é ali, na família", disse em entrevista ao Guiame.

Porém, Israel deu destaque à importância de fortalecer a fé em um momento tão difícil, classificando a oração e a adoração como “armas de guerra” do cristão.

"Durante um trabalho desse, um desafio desse, um vale desse, a família é essencial, prioritária. E a oração e a adoração são as nossas arma de guerra. Nós que tememos ao Senhor, temos armas a mais para lutarmos contra o câncer. Não é só fé, mas é uma fé produtiva, uma fé que vai dar resultado, uma fé inabalável. É uma fé que não se move. A nossa rocha onde estamos plantados é um lugar que não se mexe, é constante, que são as palavras que o Senhor tem para nós", explicou.

"Eu vim para que vocês tenham vida e vida em abundância disse o Senhor Jesus. Paulo também diz em Romanos: Se o espírito de vida que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vós, esse espírito também há de ressuscitá-los. Então, eu tenho o espírito de vida dentro de mim. Então, isso é fundamental. Essa fé é não só uma fé, mas sim colocada no lugar certo, uma fé inabalável", acrescentou.

Firme na rocha

O diagnóstico de câncer veio em um momento um tanto conturbado e intenso da vida de Israel. Ele ainda estava elaborando o luto da perda de um filho e havia acabado de saber que sua esposa estava grávida novamente.

"Aí vem outro temor: Será que eu vou ser pai; Será que eu vou segurar o meu filho, ensiná-lo nos caminhos do Senhor?. Mas isso me deu muita força para lutar, batalhar, vencer, chegar lá. Foi muito difícil, mas isso me deu forças", disse.

O cantor também aproveitou para deixar uma mensagem para pessoas que possam estar enfrentando momentos difíceis como uma luta contra o câncer.

"A vida é boa demais para desistirmos dela. Jesus veio para que trouxéssemos o céu para a terra. Essa é a oração: Venha a nós o Teu Reino, seja feita a Tua vontade, para o que o Reino seja estabelecido aqui. Então, isso muda toda a ótica, a maneira de enxergar a vida. Nós existimos para atrair o céu à nossa existência. A nossa casa, nossos relacionamentos”. O câncer não é a última palavra. A Bíblia diz que a última palavra vem do Senhor. Quem dá o veredito final, se vive ou se morre é Ele", declarou,

"Eu descobri que nada torna Jesus Cristo menos digno do sacrifício que Ele fez por mim e por você. A minha vida está na mão Dele", finalizou.

Ver todas as notícias.